06 outubro 2008

O livro do ano

Na quarta-feira da semana que vem - dia 15 - será lançado em Porto Alegre o livro oficial sobre o prédio do Siza em Porto Alegre. Com texto de Kenneth Frampton, Jorge Figueira, Segre, Flávio Kiefer (organizador) e José Luiz Canal (o engenheiro da obra), a publicação foi editada pela CosacNaify. Na ocasião, haverá uma mesa redonda com os autores - menos Frampton, off course -, com direito a Siza em vídeo conferência...

Quem viu o livro, garante: está um primor. Com capa dura e inteiramente em tons sépia, o volume é completo, desde as análises arquitetônicas até a documentação da construção. Mesmo neutralizando a vivacidade da obra de Iberê Camargo, as fotos sem cor dão outra dimensão ao prédio - esqueçam tudo que vocês já viram nas revistas de plantão que deram matéria de capa (aU, Projeto, Architectural Review...). As fotos? São, entre outros, do espanhol Duccio Malagamba e dos brasileiros Nelson Kon e Leonardo Finotti. Os desenhos também estão muito interessantes, com grandes cortes que tomam quatro páginas, com dobradura.

Na quinta - dia 16 -, um dia após a noite de autógrafos em Porto Alegre, acontecerá a abertura da exposição Álvaro Siza -Modern redux, no Instituto Tomie Ohtake, organizado por Figueira, que fica em cartaz até 23 de novembro. Por fim, na sexta, dia 17, finalmente será a vez de São Paulo conhecer o volume: ele será lançado, sem parte dos autores, juntamente com um debate, no mesmo Tomie Ohtake.

Marcadores: , , , , , , , , ,

28 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Isso sim e uma capa decente!

1:36 PM  
Blogger Ricardo Rossin said...

Prefiro esperar o do Niemeyer...rs...

2:09 PM  
Blogger Alencastro said...

Sem comparações, anônimo...

3:47 PM  
Blogger Alencastro said...

Claro, Rossin: não dá para colocar no mesmo barco o trabalho de uma vida - 100 melhores obras... - com um predinho qualquer!

3:48 PM  
Anonymous Alberto said...

Dispensável.

6:53 PM  
Blogger Alencastro said...

Eu gosto de livros, Alberto. Mesmo os dispensáveis...

12:27 PM  
Anonymous Alberto said...

Tô só enchendo. Eu também. Mas meu amigo antônio, (que aparece por aqui como Vissoto Jr) me mostrou na Architectural Review um ensaio fotográfico do museu que faria os fotógrafos daqui repensar o que eles andam fazendo de errado...

PS: Você tem desconto, quando não ganha, os livros. Assim não vale.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

só corrigindo: o Duccio Malagamba mora em Barcelona, mas é na verdade italiano....

1:39 PM  
Blogger Pedro said...

Prezado Blogger,

O fotografo da maioria das fotos do livro é o Fábio Del Re, que entre outros trabalhos fez as fotos do Catalogue Raisoné do Iberê Camargo. Ele acompanhou toda a execução da obra, desde as fundações até a abertura do prédio.

2:53 PM  
Anonymous Anônimo said...

A pergunta é: quanto vai custar um livro desses?

3:28 PM  
Blogger Alencastro said...

Alberto, as fotos da Architectural Review são do Malagamba.

PS: vale sim - todos querem divulgar o livro no blog do alencastro!

3:58 PM  
Blogger Alencastro said...

Obrigado, anônimo.

3:58 PM  
Blogger Alencastro said...

Sim Pedro, ele documentou a construção; mas as fotos mais significativas - com o prédio acabado - não são dele.

3:59 PM  
Blogger Alencastro said...

Ao que parece, 85,00 reais.

4:00 PM  
Anonymous carlos said...

85, tem certeza? pensei que fosse ser uns 300... tem patrocinador?

4:20 PM  
Anonymous VissottoJr said...

Então, sendo o mesmo fotógrafo da Architectural Review, só posso esperar um conjunto espetacular.

7:05 PM  
Blogger Cristiana Azevedo said...

Boa capa...
mas nao morro por Siza.. ou melhor parafraseando uma frase de um querido mestre: "Nao gosto, mas me interessa"...
Beijos Alencastro

10:39 AM  
Blogger Alencastro said...

Temn sim, Carlos: a publicação estava no pacote dos protrocínios da construção do prédio.

12:17 PM  
Blogger Alencastro said...

Espere e verá, Vissitto.

12:17 PM  
Blogger Alencastro said...

Também não morro, Cristina. Mas o projeto é interessante e o livro está a altura.

12:18 PM  
Anonymous reinaldo said...

Apimentando um pouco a discussão, vi o projeto somente através de publicações, mas parece ser bem bacana. Acho que além do projeto, creio que a obra ainda tem 2 aspectos interessantes para discutir:
1º - a eterna briga para se trazer um arquiteto de renome internacional versus os que achavam que o projeto deveria ser obra de um concurso aberto para arquitetos brasileiros. É fato que nesse mundo globalizado esses nomes de peso acabam agregando uma grande "publicidade", colocando o nome da cidade num contexto internacional. Porto Alegre embarca nessa ?
2º - o outro é a maneira como a obra foi conduzida ( leia-se cronograma e custos)pela fundação.
Não vale a pena uma comparação com a Cidade da Musica no Rio ?

Quanto ao livro é aguardar a semana que vem. Tem tudo para ser bom.

2:24 PM  
Blogger Alencastro said...

Oi Reinaldo,
1° acho que tem espaço para todos; o projeto é bom e, no final das contas, é isso que importa. Ser brasileiro ou não, é uma questão de fundo de quintal e de defesa de mercado que eu não embarco;

2° a forma com que a obra foi conduzida é realmente exemplar; quanto a cidade da música, por ser uma obra pública, corre grande risco.

4:32 PM  
Blogger Ricardo Rossin said...

Passei pela cidade da musica quando fui ao Rio na semana retrasada...Uma obra sendo construida bem devagar, andando a passos de tartaruga...

Sobre Porto Alegre no cenário "global" eu não acredito, isso é trabalho para super Gerhy ou algum Jean Nouvel da vida...da mais ibope (ic!).

Não estou criticando a obra, só acho que não ira atrair tanta gente, e também nem acho que isso era premissa de projeto para o Siza.

9:42 AM  
Blogger Alencastro said...

Ricardo, acho que você está enganado quanto ao andamento da obra do Rio. Pelo que eu sei - de fonte segura - a coisa está a todo vapor.

Sobre o fato de Siza atrair multidões, claro que não vai acontecer: não tem escala para isso - e Porto Alegre fica muito longe do mundo...

12:15 PM  
Blogger Ricardo Rossin said...

Bom, se está a todo o vapor pode até ser, mas que super faturaram é fato...rs...

12:25 PM  
Blogger Alencastro said...

Ai, Ricardo, eu não tenho como lhe informar pois não acompanhei compras, orçamentos, concorrências etc.

1:04 PM  
Blogger Cristina said...

Como editora do livro, fico contente que ele esteja sendo aguardado e discutido aqui. Corrigindo as datas: o lançamento em Porto Alegre é quarta-feira, 15/10, 11:00. Em São Paulo, será lançado na abertura da exposição sobre o Álvaro Siza no Instituto Tomie Ohtake, quinta-feira 16/10, 20:00. Na sexta-feira, 17/10, às 19:00 haverá um debate no ITO com a presença e autógrafos dos autores. O preço do livro é de fato R$ 85,00.

1:24 PM  
Blogger Alencastro said...

Vocês estão vendo o prestígio deste bloguinho? O comentário acima é da Cristina Fino, a coordenadora editorial dos livros de artes e arquitetura da Cosac.

Bom, seja bem vinda e obrigado pelas correções, Cristina. Eu vou corrigir as informações no post.

2:09 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home