10 novembro 2006

Um no cravo e outro na ferradura

Vejam só o que me mandou um ilustre leitor deste blog (sim, além dos anônimos, existem os ilustres, que me mandam mensagens pelo e-mail!). É uma reportagem sobre Niemeyer, escrita por Sue Chester, e publicada na revista inglesa Telegraph. Separei o melhor trecho, que é um depoimento de Roberto Segre sobre o MAC de Niterói, de Niemeyer. Leiam:

"A área principal de exibição é circundada por janelas, tornando muito difícil apresentar pinturas pois a luz do sol causa efeito ofuscante. O espaço do segundo andar é muito escuro para exposições e a vista é interrompida pelas enormes vigas, necessárias para dar a leveza ao edifício, com imagem de flor. Não há também espaço necessário para acomodar a exposição permanente, razão pela qual o edifício foi construído. Mas nada disto é importante comparado com a maneira como esta incônica escultura de Niemeyer se projeta sobre a baia da Guanabara"
Eu sempre achei o prédio maravilhoso, o que está errado é o uso: deveria ser um restaurante-panorâmico! Bem luxuoso, para concorrer com o Cipriani. Tudo bem, talvez não existam clientes em Niterói, mas a cobertura poderia ser um heliponto. Já pensaram? Não ficaria tudo resolvido?

E por falar em Segre, ele escreveu um artigo sobre as escolas do FDE na Projeto de novembro (n°321), que chegou as minhas mãos esta semana. Depois de fazer um grande histórico sobre a tipologia escolar e comentar as escolas publicadas, ele conclui: "Temos certeza que aqui foi soterrado definitivamente o brutalismo caboclo paulista."

Marcadores: , , ,

14 Comments:

Anonymous Anônimo said...

soterrado o brutalismo... e reavivada a "elegância" hegemônica.

sempre estamos entre a cruz e a espada.

12:33 PM  
Blogger Alencastro said...

ou no fio da navalha...

12:48 PM  
Anonymous peri s.c. said...

brutalismo caboclo ? acabou a taipa de pilão ? e o pau-a-pique , também ?

2:47 PM  
Blogger : : : m a v e r i c k : : : said...

esse projeto nasceu de um outro q não foi construído. na verdade, nasceu de um croqui de um prisma invertido em um declive na venezuela (se não me engano - caracas). esse era muito melhor...

4:42 PM  
Blogger Alencastro said...

Já faz tempo Peri. Mas sempre tem por ai alguns arquitetos que confundem taipa com sustentabilidade, sabe como é? Acho que é por que as palavras são parecidas...

6:10 PM  
Blogger Alencastro said...

Sim, Maverick o famoso museu de Caracas. Mas será que era muito melhor mesmo?

6:11 PM  
Anonymous franka said...

aquele museu de curitiba do niemeyer também não funciona como museu. e seria um excelente restaurante também.

7:23 PM  
Blogger peri s.c. said...

A rampa de acesso ao Museu de Niterói é extremamente agradável para usuários de asa delta , parapentes , paraquedismo , balonismo e outros utensílios aéreos e cruel para os adeptos de vertigens de altura .
Deveria haver uma placa prevenindo os incautos : " O Ministério da Aeronáutica adverte : nesta rampa você se sentirá como um pássaro ."

( Pelos comentários , na próxima encomenda de museu ao mestre Oscar , o cuidadoso cliente deveria solicitar
um ... restaurante . Aí , funcionará como museu )

9:41 AM  
Blogger Alencastro said...

Oi Franka, poderíamos arrendar estes espaços, e criar uma rede interestadual de restaurantes, heim?

11:36 AM  
Blogger Alencastro said...

Oi Peri, me disseram que há uma grande vantagem trabalhar em Niterói: todos ficam com as pernas grossas! Parece que o Roberto Carlos, aquele jogador, foi office-boy do museu...

11:38 AM  
Blogger peri s.c. said...

Alencastro
Não consta da biografia oficial do atleta de polpudas coxas ( as canelas parecem fininhas , mal seguram as meias, que vivem caindo ) qualquer passagem por Niterói e/ou pelas rampas do Museu em questão .
Mas, curiosamente, começou sua carreira futebolística no União S. João de Araras , cidade onde encontra-se mais um legítimo projeto do Niemeyer : o Teatro Estadual Maestro Francisco Paulo Russo. Pela foto, parece um teatro terrestre, sem rampas externas à vista .

12:13 PM  
Blogger Alencastro said...

É o famoso teatro da sogra...

1:22 PM  
Anonymous gugala said...

Na verdade a dita rampa fazia parte de um projeto complementar para o aumento da curta pista do Santos Dumont.

10:53 AM  
Blogger Alencastro said...

Não, Gugala! Era uma plataforma de lançamento de foguetes!

12:06 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home