01 março 2007

Folhinha

Que esse é o ano Niemeyer, todo mundo já sabe. Mas caso você seja um daqueles distraídos - tipo a Franka -, e não recebeu da tinturaria aquele clássico calendário de parede, vale a pena comprar um especial para que todo santo dia você lembre o velho mestre.

A idéia do calendário, ilustrado com fotos de Nelson Kon da Oca e do Auditório do Ibirapuera, é da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. Na apresentação do produto, há um texto de José Serra. Num trecho, o governador, fazendo bico de crítico de arquitetura, diz:
"Com traços que se desdobram em curvas de consumada beleza, o arquiteto imprimiu sua marca no material que elegeu para o trabalho - o concreto armado. Mostrou, assim, o quanto este poderia ser maleável, apesar de sua dureza. Não se restringiu, no entanto, a lidar com o concreto a partir do rigor estético, da invenção, da liberdade, mas, reconhecendo sua natureza intrínseca, o tratou também como recurso de tecnologia de ponta, estabelecendo, por meio da arquitetura, marcos para a engenharia nacional"
Se interessou? Custa 25 reais e está a venda da loja virtual da Imprensa Oficial.

Marcadores: , , ,

14 Comments:

Anonymous Alberto said...

Alencastro, chega de Niemeyer!

4:09 PM  
Blogger Alencastro said...

Mas o ano é do homem! E tem outra: você quer que eu fale de quem? Do Arnaldo Martino, do Ubyrajara Gilioli ou do Toscano? Neste país, arquiteto nenhum é notícia! Só quando morre, é baleado ou ganha dinheiro...

E tem 'as dos fim': hoje tava fraco de notícia...Fraco, fraco...

4:50 PM  
Anonymous koob said...

Compre o calendário e ganhe de brinde o viagra do Niemeyer...
hahahahahaha

2:38 AM  
Anonymous peri s.c. said...

Alencastro, por que você não escreve, aqui no blog, um folhetim em capítulos semanais : " A vida de Niemeyer " ? Obviamente uma biografia não-autorizada. Sucesso garantido .

9:00 AM  
Blogger Alencastro said...

Com essa promoção, Koob, vão esgotar os calendários...

12:05 PM  
Blogger Alencastro said...

A biografia escrita pelo Marcos Sá Corrêa é boa...mas, uma não autorizada seria melhor...vou pensar, Peri, vou pensar...

12:08 PM  
Anonymous Alberto said...

Uma não autorizada deveria ter algumas estórias interessantes sobre como ele influenciou, na 25a hora, o concurso de brasilia e tirou o premio dos irmãos Roberto, que chegaram a ser avisados que tinham ganho. Já ouviu essa história? pois é, oficialmente, eu também não. Mas como estamos falando off the records. E claro, uma biografia não autorizada deveria contabilizar todos os outros tapetes puxados - como o relatado na piauí - na classe. Além de contabilizar a grana recebida diretamente do(s) Estados(s) sem qualquer tipo de concorrência; ou aquela recebida de ditaduras sanguinárias. É, se tiver isso aí, talvez eu compre. Mas uma ressalva. Com comunista, esse negócio de não autorizado acaba em paredón, hein.

12:23 PM  
Blogger Alencastro said...

Mas, Alberto, ninguém fala mal dos 'ídolos da pátria'! Quanto ao processo, na ocasião em que o Teixeira Coelho escreveu um romance que tinha como título o nome dele, ele ameaçou processá-lo (o livro era sobre as angustias de amor de um suposto biógrafo do mestre...sem graça nenhuma).

Mas daria uma ótima história, pois ele tem muito mais cadáves no armário do que nossa imaginação pode alcançar...

12:41 PM  
Anonymous Alberto said...

Esse é o livro mais chato que eu já li, penosamente, umas 20 paginas. Se pusessem meu nome nele, eu processaria também. Mas divago. O que imagino que vá acontecer é que, os hagiógrafos que dominam o assunto niemeyer enquanto este insiste em prorrogar o contrato dele com o capeta, vão ganhar a concorrência de muitos pesquisadores abarrotados de estórias subterrâneas do velho. Só estão esperando o velho bater as pantufas.

1:32 PM  
Blogger Alencastro said...

E eu que cheguei até o final! Me iludi achando que em algum momento a coisa ia melhorar...mas nada. Mas será Alberto, que os colaboradores vão, no apagar das luzes, colocar a boca no trombone? Duvido.

1:54 PM  
Anonymous franka said...

pô alencastro!
eu levanto tanto tua bola e você me difama!
que distraida o que.
franka mente...

4:45 PM  
Blogger Alencastro said...

pô franka!
eu difamo tanto tua bola e você me levanta!
distraída que o que.
alen castro...

5:20 PM  
Anonymous Alberto said...

Os colaboradores não; esses vão trabalhar pela beatificação. O que digo é que há, sim, gente que conhece e se interessa em divulgar alguma estórias que já deveriam ter vindo a tona muito antes. Mas acho (e eles também) que não terão esses espaço enquanto ele viver. A mídia esquerdinha o protege bem, sob o pretexto de manter a imagemde um dos poucos ( mais porcos) heróis nacionais. Veremos, enfim.

6:15 PM  
Blogger Alencastro said...

Vamos ver...mas é mais legal se ele estiver vivo! Criticar morto não tem graça...

7:24 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home