04 outubro 2006

"Uma nuvem de vidro"


Continuando nos temas dos posts anteriores - que traçou relações entre arquitetura, jóias e moda - saiu hoje uma matéria no NYT sobre o novo centro de artes a ser criado pela Louis Vuitton.

O espaço, ilustrado acima, foi criado por Frank Gehry, que, além de ser personagem dos Simpsons, já fez incursões no mundo da moda criando peças para a Tiffany (para quem interessar, já disponíveis no Brasil!).

Pelo que nos informa o texto do NYT, a nova fundação cultural da LV (não confundir com a extinta marca de moda sertaneja da Lúcia Veríssimo!) será construída em Paris.

Segundo os planos da companhia, anunciados ontem, a previsão é gastar 127 milhões de dólares e abrir o espaço entre o final de 2009 e início da 2010. O centro de artes contará com um acervo próprio e também abrigará mostras temporárias. “Nós queremos juntar permanência e modernidade extrema”, disse Bernard Arnault, chairman da Louis Vuitton.

A novidade do projeto é o revestimento de vidro. “A idéia é uma nuvem feita de vidro. Os franceses são famosos pelo trabalho em vidro, por isso o projeto é estimulante. Isso é difícil de realizar em arquitetura, mas nós vamos fazer", relatou Gehry.

A pergunta que não quer calar: quando é que o Paulo Mendes da Rocha vai entrar nessa? Só se fala nisso no morro Dona Marta.

Marcadores: ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home