14 maio 2007

Free!

O blog de língua espanhola 0300VD Difusion coloca no ar uma série de vídeos amadores com obras conhecidas de arquitetura - tais como elas são, sem o auxílio do talento e dos equipamentos dos fotógrafos.

Esta semana, eles postaram imagens do Mube, em São Paulo. Para quem já tá careca de ver, tem outras coisas, desde clássicos modernos, como o Pavilhão de Mies em Barcelona, e obras recém-concluídas, como o edifício em Madri do MVRDV.
Ah, já ia me esquecendo: eles sempre escolhem músicas para acompanhar as filmagens. No caso do Mube, o som que acompanha é Free, da Cat Power. Que escolha não? Pensava em algo mais heavy metal... Será que é pelo som minimalista? Ou será que é por que ela diz "everbody come together/ Free/ Everybody get together..."? Vai entender...

Marcadores: , , , , ,

12 Comments:

Blogger GUGA ALAYON said...

vai entender...só sei que a gata power aí é uma obra mais bem executada que muitas dos vídeos. abç

8:58 PM  
Anonymous Anónimo said...

Alencastro,
o vídeo do Mube não é lá estas coisas, a música não chega a me tocar, mas a cantora realmente tem seu charme.
A idéia do site é bem legal e acho que dá pra fazer algo melhor ainda. Vamos fazer uma versão cabocla? Tô falando sério.
Para não perdermos nossas não-identidades, podemos combinar reuniões encapuzadas ou troca de material através de técnicas de espionagem.
Se tudo der certo o slogan já está pronto: Alencastro e Anónimo, de um não se encontra um rastro, do outro não se sabe o mínimo!

10:11 AM  
Blogger Alencastro said...

É Guga, diria ainda que o poder da gata é maior que muitas obras também...

12:31 PM  
Blogger Alencastro said...

Pode ser anónimo, pode ser: monta o troço que depois colaboro...

12:32 PM  
Anonymous maverick said...

ok, naõ tem o efeito da fotografia, nem o olhar do fotógrafo pelo visto...parecia um cara de skate andando pelo mube...ahahaha - mas a ideia do blog é boa, bem boa.
o melhor foram os comentários no blog...vc leu alen?

Paulito: Sácate una Viguita!!!

sensacional...

4:18 PM  
Blogger Alencastro said...

A sequência da grade é boa:

1° take:
"grade, mube, grade, mube, grade, mube, grade, mube, grade, mube..."

Bem realista. E eles são irônicos também...

É interessante que eles dizem o que quase ninguém escreve: a relação do projeto com a realidade! Agora, vocês já pensaram naquele espaço sem grades? Ia tá cheio de mendigo nas vielinhas... O vão do Masp, pelo menos, não tem beco.

O que tá errado? O arquiteto inventar tudo aquilo longe da Suíça ou a madame que mora num país pobre e não quer mendigo pore perto?

5:03 PM  
Blogger GUGA ALAYON said...

O errado é a madame não ir morar na Suíça.
abç

9:34 PM  
Blogger Alencastro said...

...e o arquiteto não projetar para o mendigo, né Guga!

12:13 PM  
Blogger GUGA ALAYON said...

exato. ahahah. Mas sem grades , por favor.

4:48 PM  
Anonymous Isaías said...

Guga...vc tem razão. O Mube é pouco perto da CatPower. Combinaria mais para um projeto do meu xará...mais cool...paulistano, ou como vi outro dia na TV, o Guilherme Fontes tocando saxofone de cueca na varanda...no filme Um Trem para as Estrelas..."Dial a clichê"

4:53 AM  
Blogger peri s.c. said...

Que arquitetura que nada. Quem é a gata ?

11:24 AM  
Blogger Alencastro said...

É a cantora, Peri, a cantora.. Faço minhas as suas palavras: que arquitetura que nada!

4:48 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home