08 março 2007

Cobra amarela

No próximo fim de semana, o passeio já está certo: inaugura hoje o novo minhocão da cidade - quer dizer, o Expresso Tiradentes. Conhecido como Fura-fila (depois rebatizado por Marta Suplicy de Paulistão), o projeto é do Ruy Ohtake, que ganhou um concurso fechado realizado há 10 anos.
Dele, participaram João Walter Toscano, Carlos Bratke e Júlio Neves, levando para casa, na época, 30 mil reais cada. Pelo resultado, que seria desastroso em todas as proposta, os perdedores são os vencedores. Quem perdeu de fato, foi a cidade: 1,3 bilhão de reais mais aquela tremenda obra de arte.
Mas o que eu estou curioso é por saber qual será o nome que a população de fato irá apelidar o bagulho - pois, vamos combinar: ninguém vai chamar aquilo de Expresso Tiradentes. Ainda mais que Ohtake é craque em fazer obras que ganham codinomes: tem a melancia, a carambola, a cobra coral... E neste projeto, será que vai ficar Fura Fila? Ou vai pegar Amarelão? (por isso, já teve gente que chamou o negócio de Ronaldinho...). No meio arquitetônico, os mais maldosos, estão chamando-o de Ohtakão... Mais alguma sugestão?

Marcadores: , , , ,

8 Comments:

Anonymous maverick said...

Bom, nem preciso dizer q são paulo está mesmo over. Isso mesmo: over! Enquanto as grandes metrópoles mundiais correm atrás dos prejuízos causados por vias elevadas sobre a cidade, são paulo em pleno século 21 acaba de construir o q começou no século 20. Ninguém aprendeu com o catastrófico 'minhocão'?? Claro, não se pode comparar 2 estruturas tão diferentes, mas é possível prever os danos à cidade daqui à 20 ou 30 anos...
Com relação ao nome, Alen, não acho justo amarelão, nem tiradentão, muito menos otakão. Pra começar, chamar de expresso está errado. Demorou 1 década para ser construído, o q há de expresso nisso?
enfim...é por causa de maus governantes, que continuamos morando numa verdadeira SELVA de pedra....o arquiteto pouco tem culpa se ganhou o concurso ou não...ele não fazia parte do júri...
a única coisa q ganhei com isso, foi mais um viaduto para eu demolir daqui alguns anos, no meu mestrado, doutorado...enfim...

4:47 PM  
Blogger Alencastro said...

É Mave, você bem que apontou um ponto otimista na coisa toda: um dia, pela própria evolução da espécie, o ser humano vai perceber que precisa destruir aquile trambolho; ai, minha cara, irão ter que chamar um arquiteto para reurbanizar a área! É trabalho garantido...

"Um via ao Ruy Ohtake!! Viva!!! Viva!!", dirão os arquitetos do futuro...

5:02 PM  
Anonymous koob said...

Enquanto a cidade estuda propostas sobre o que fazer com o Minhocão...
a "Minhoquinha amarela" do Ruy Ohtake surgue...
Já sei, convida o pessoal do MIT, da FAU e do Mackenzie pra saber o que eles acharam disso...
Ou melhor pinta a "Minhoquinha" de várias cores,iguais aos barracões de Heliópolis....Pronto um sambódromo elevado , tudo que essa cidade precisa.

10:39 PM  
Blogger _intranse said...

certa vez, sobrou pr´a mim entrevistá-lo.
quando vi, que a única coisa que me intrigava nele era: como alguém pode ser tão irresponsável como arquiteto, e indiferente como urbanista...deixei de lado.

1:29 AM  
Blogger Alencastro said...

"Minhoquinha amarela do Ruy Ohtake" é um bom nome! Sabe, ele está injuriado que andam chamando o projeto de minhocão...

12:53 PM  
Blogger Alencastro said...

Sábia decisão, caro in_transe...E tem gente que ainda acha que o arquiteto não tem nada com isso! É simples: é só dizer "obrigado pelo convite, mas isso eu não faço!

12:55 PM  
Blogger GUGA ALAYON said...

Taenia sollium, Taenia saginata, Diphyllobothrium latum ou Hymenolepsis nana.
Qualquer uma é melhor e mais fácil de engolir que 'Expresso Tiradentes'. Voto, enfim, pela Hymenolepsis nana, de apenas 3 cm e encontrada na Ásia, por ter mais a ver com o autor deste verme platelminto aéreo de concreto.

6:22 PM  
Blogger Alencastro said...

Acho que só nana fica mais fácil (e meigo) dizer...

6:29 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home